Planta no quarto pode?

A Sinhá se divertiu quando leu um parágrafo na Revista Super Interessante em que o autor dizia:
“É verdade que faz mal dormir com plantas no quarto?”“Se fosse, não haveria um índio vivo na Floresta Amazônica”, argumenta o botânico Gilberto Kerbauy, da Universidade de São Paulo.

E são muitas as pessoas que perguntam para a Sinhá se pode ter um vaso de planta ou flor no quarto.

As plantas realmente consomem oxigênio no processo de respiração. De dia, com a luz do Sol, isso é compensado pela fotossíntese, que absorve gás carbônico do ar e libera oxigênio. À noite, elas roubam de volta um pouco do que produziram.

Mas é para ficarmos tranquilos: não vai faltar ar no nosso quarto. A quantidade consumida por um vegetal não chega perto daquela que um cachorro respira. Dormir cercado de plantas é menos sufocante do que passar a noite em um quarto cheio de gente (com certeza!).

Em outros países a quantidade de pessoas que moram dentro de um jardim em apartamentos é muito grande. Em São Paulo, onde Sinhá vive, tem um grupo de pessoas, na sua maioria jovens, na faixa de 23 à 35 anos, que mantém em seus apartamentos, maravilhosos jardins. São chamados pelos desavisados de “alternativos”;  porém na opinião da Sinhá cresce essa tendência de querermos nos aproximar mais das plantas, do verde, do bem-estar que elas proporcionam. O bem-estar.

Muitas pessoas cultivam espécies para se beneficiar de suas características, como exemplo da Babosa (aloe vera) que foi batizada pelos egípcios como “planta da imortalidade”. Ela cura diversas doenças.  Muitas pessoas quando se queimam cozinhando, passam na mesma hora um pouquinho de seu gel para aliviar a dor e fazer a cicatrização da queimadura. Sempre bom ter um vaso com Babosa em casa. Até mesmo em seu quarto. Porque ela é linda!

Fizemos uma pesquisa de imagens, sei que irão se encantar. Durma tranquilo, com elas.

Pesquisa de imagens: Pinterest, Urban Jungle, Casa & Jardim.

 

 

 

Compartilhe:

Comentários no Facebook