Manjericão no ar, alegria de todos

É o  primeiro tempero escolhido para quem quer começar uma horta em casa. Perfeito para o maior público da Sinhá que são moradores de apartamentos, com sacada – ou uma boa janela – para cultivar seu próprio tempero.

O manjericão é de fácil cuidado. Como grande maioria das plantas, precisa da luz do sol da manhã e a rega deve ser diária. Mesmo assim, o cuidado deve ser para não “afogar” o pobre coitado;  e com o vento, caso esteja em sacadas abertas, porque ele é bem sensível.

É uma erva que esbanja charme e perfume durante o ano todo. Originários da Ásia, África e Índia, existem cerca de 60 espécies pelo mundo. O que os diferencia são os tipos de folhas, cores e texturas, além de seu aroma, que pode ser doce, limonado, canelado ou canforado.

Os manjericões mais comercializados são: manjericão comum, manjericão limão (o meu preferido pelo aroma), manjericão miúdo e manjericão italiano.

As flores do manjericão são uma gracinha, mas não se engane com elas, elas devem ser podadas logo no início para que o manjericão se desenvolva melhor. Você pode colocar as flores na água do cozimento do macarrão ou até mesmo decorar sua cozinha.

Dê preferência também pelas folhas de cima quando realizar a poda.

E os benefícios dessa pequena plantinha? Ajuda o aumento de hemoglobina no sangue (é uma fonte de ferro), auxilia nas dores de dente, inflamação da gengiva e mal hálito, previne resfriados, entre outros.

Quer uma receita com o manjericão? Então aqui vai uma marinada de manjericão e limão para deixar seu frango mais gostoso – A Sinhá testou e ficou uma delícia! ACESSE O LINK

Invista no manjericão!

Compartilhe:

Comentários no Facebook